Relação decide julgar os dois autarcas de Penamacor que viajaram para a Turquia a convite

Em causa está o pagamento de viagens a Istambul por parte de empresa informática apresidente e vice-presidente da Câmara de Penamacor.

Foto
Edifício da Câmara Municipal de Penamacor Nelson Garrido

O Tribunal da Relação de Coimbra deu razão ao recurso do Ministério Público e decidiu levar a julgamento o presidente (que já anunciou a recandidatura, pelo PS) e o vice-presidente da Câmara de Penamacor, por causa de uma viagem a Istambul, em 2015, paga pela empresa de informática ANO - Sistema de Informação e Serviços, Lda. A decisão de pronúncia foi tomada a 12 de Maio e é contrária ao despacho da juíza de instrução que optara, em Fevereiro, por não pronunciar os dois autarcas por considerar que a aceitação da viagem se enquadrava nos “usos e costumes”.