Ana Gomes acusa Marcelo de “respaldar” um “sujeito” que “facilita a vida a traficantes de droga”

O Presidente da República inicia nesta segunda-feira uma visita à Guiné-Bissau, país que a diplomata diz ser presidido por “um sujeito com antecedentes altamente questionáveis”.

Foto
Ana Gomes Daniel Rocha

Ana Gomes critica a visita de Estado que o Presidente da República realiza a partir desta terça-feira à Guiné-Bissau. Para a antiga eurodeputada, Marcelo Rebelo de Sousa vai, com esta deslocação, “respaldar” Sissoco Embaló, que acusa de ser um “autoproclamado” chefe de Estado “violando a Constituição”, de ter sido um “serventuário do terrorista Khadafi, que nada melhorou as condições do povo, que persegue jornalistas e facilita a vida a traficantes de droga”.