Procurar Fernando Calhau nos seus papéis e encontrá-lo de chapéu, no mar, rindo entre amigos ou a fotografar as árvores

O espólio documental do artista chegou em Março à Gulbenkian e já está a ser tratado. No começo de 2022 deverá estar online. Há filmes, fotografias, slides, cartas e manuscritos: uma “vida inteira” que pode ajudar a compreender melhor uma obra sussurrada e discreta.

arte-contemporanea,artes,cinema,culturaipsilon,escultura,pintura,
Fotogaleria
Provas de época, muitas por identificar. Nestas fotografias vêem-se Fernando e Cândida Calhau Rui Gaudêncio
arte-contemporanea,artes,cinema,culturaipsilon,escultura,pintura,
Fotogaleria
Blocos de fotografias de viagem (vários destinos, incluindo Londres e Paris) Rui Gaudêncio
arte-contemporanea,artes,cinema,culturaipsilon,escultura,pintura,
Fotogaleria
Slides com imagens de televisão do 25 de Abril de 1974 Rui Gaudêncio

As caixas de cartão estão cheias de materiais: fotografias de diferentes tamanhos, negativos e slides por identificar, postais de viagens, pedaços de papel onde alguém tomou nota de um número ou de um endereço, cartas escritas à máquina, folhetos de exposições no estrangeiro, filmes em super 8 que talvez escondam obras inéditas, dossiers carregados de provas de contacto que tanto podem guardar imagens de um dia na praia entre amigos como fazer parte da pesquisa para uma série que viria a ser de referência.