Portugal estreia-se, com Valongo, na rede de Cidades das Crianças

Edição portuguesa do livro que explica o projecto de cidadania desenvolvido por Francesco Tonucci é apresentada, online, esta sexta-feira

Foto
Tonucci defende que as cidades devem ser preparadas para permitir a máxima autonomia às crianças Martin Henrik

Há 30 anos, o pedagogo italiano Francesco Tonnuci transformou a sua cidade natal, Fano, num laboratório de cidadania para as crianças. A vontade de fazer da visão das crianças um parâmetro para mudar o lugar onde vivem – uma utopia, como o próprio admite, ao PÚBLICO – ganhou raízes em Itália e noutros países, levando à criação da rede City of Children, ou Cidades das Crianças, o título do livro, de 96, com que há 25 anos explicou ao mundo o seu projecto. Com mais de 200 membros, a rede passa a contar, em 2021, com o primeiro representante português, o município de Valongo.