Decisão dos EUA de discutir patentes das vacinas virou os holofotes para a escolha da UE

Administração Biden mudou as regras do jogo ao aceitar negociar um acordo para suspender a propriedade intelectual dos fabricantes de vacinas da covid-19. A pressão está agora sobre a União Europeia e adivinha-se que o consenso será difícil.

Foto
"A UE é a farmácia do mundo", disse Ursula Von der Leyen Ciro de Luca/REUTERS

A mudança de posição dos Estados Unidos na Organização Mundial do Comércio (OMC), apoiando a discussão de uma proposta para suspender as patentes das vacinas contra a covid-19, apanhou de surpresa a União Europeia, que se tem manifestado contra. O tema vai ser discutido pelos líderes europeus na Cimeira Social, a decorrer na cidade do Porto, e espera-se que a discussão seja dura.