No novo museu de Berardo a modernidade e o luxo estão nos espelhos, nas cadeiras e nos candeeiros

Empresário madeirense vai mostrar em Lisboa as suas colecções de Arte Nova e de Art Déco, fazendo sua aquela que foi a casa de um dos pioneiros da neurologia em Portugal. Isto enquanto decorre na justiça um processo que envolve outra — a mais importante — das suas colecções.

design,artes,culturaipsilon,centro-cultural-belem,arquitectura,lisboa,
Fotogaleria
A exposição apostou na recriação de ambientes de época, como numa casa museu tradicional LUSA/JOSE SENA GOULAO
design,artes,culturaipsilon,centro-cultural-belem,arquitectura,lisboa,
Fotogaleria
A visita começa pelo núcleo de Arte Nova, onde muitas vezes se associam mobiliário e vidros, ambos com motivos naturais LUSA/JOSE SENA GOULAO
design,artes,culturaipsilon,centro-cultural-belem,arquitectura,lisboa,
Fotogaleria
Mama Sirena (anos 1920), a partir de um modelo da artista Helen König Scavini LUSA/JOSE SENA GOULAO
design,artes,culturaipsilon,centro-cultural-belem,arquitectura,lisboa,
Fotogaleria
As visita ao museu terão sempre guia e far-se-ão, no máximo, em grupos de dez pessoas LUSA/JOSE SENA GOULAO
Art Deco
Fotogaleria
LUSA/JOSE SENA GOULAO
Joe Berardo
Fotogaleria
José Berardo em Julho de 2019, durante a apresentação do seu museu de azulejaria, em Estremoz LUSA/NUNO VEIGA
Fotogaleria
A presença do guia atenuará a falta de legendas junto às peças, que alguns visitantes poderão sentir LUSA/JOSE SENA GOULAO
Fotogaleria
Lá fora haverá uma esplanada onde serão organizadas provas e apresentações de vinhos LUSA/JOSE SENA GOULAO
Fotogaleria
Os motivos naturais - plantas e animais - são comuns tanto à Arte Nova como à Arte Deco LUSA/JOSE SENA GOULAO
Fotogaleria
Nesta pintura José Malhoa representa um casal vestindo à romana LUSA/JOSE SENA GOULAO
Museu Coleção Berardo
Fotogaleria
LUSA/JOSE SENA GOULAO
Museu Coleção Berardo
Fotogaleria
LUSA/JOSE SENA GOULAO
Museu Coleção Berardo
Fotogaleria
LUSA/JOSE SENA GOULAO
,Instrumento de cordas
Fotogaleria
LUSA/JOSE SENA GOULAO

Ambos eram homens cultos, com uma sólida formação académica em Portugal e no estrangeiro, sobretudo na Alemanha. Atraía-os o que era novo e respeitavam o “saber fazer”, tanto na medicina, como na arquitectura e nas artes. Não é de estranhar, por isso, que o projecto de remodelação de um edifício em Lisboa os tenha juntado.