Falta de energia, inchaço, cabelo quebradiço? A solução pode estar na alimentação

Subscreva o Vitamina P na Apple Podcasts, Spotify, SoundCloud ou outras aplicações para podcasts.

Aprender a comer melhor não serve apenas para quem quer perder peso. Dormir melhor, ter mais energia, controlar o colesterol e evitar hipertensão ou diabetes tipo 2 são outros efeitos que uma alimentação mais cuidada pode trazer.

Neste episódio do Vitamina P, a nutricionista Rita Lebreiro fala sobre o efeito que algumas mudanças nos hábitos alimentares podem ter na longevidade e na forma como nos sentimos a curto e a longo prazo. Por exemplo, evitar pão pode levar a uma sensação de inchaço (isto é, quando não se tem uma intolerância ao glúten).

“Nós podemos ter todos os tipos de alimentos numa alimentação saudável, mas existem alguns alimentos que tenho de consumir de forma esporádica e outros que devo consumir de forma frequente porque são essenciais ao bom funcionamento do organismo”, resume Rita Lebreiro.

Parte da conversa, é dedicada ainda às armadilhas do marketing que fazem com que barras de cereais, bolachas e refeições congeladas (com “menos teor de sal” ou “menos açúcar") pareçam opções à altura das frutas e legumes. “Quando eu consumo uma fruta estou a consumir frutose, claro, mas estou a consumir tudo o que uma fruta me dá. Vitaminas, minerais, fibras... Não é só energia”, explica Lebreiro. “Existe bastante marketing a nível alimentar. Por exemplo, um alimento ser reduzido em sal pode ter excesso de açúcar”, alerta.

Uma alimentação saudável não tem de ser complicada. Regina Lina, criadora da nutree.me, uma marca que partilha dicas de alimentação saudável e tem um serviço de refeições por entrega, também participa neste episódio do Vitamina P com duas sugestões de pequeno-almoço.

O truque é aprender boas receitas de base. Regina dá o exemplo de papas (sejam de aveia, quinoa ou millet) e panquecas que se podem ir adaptando consoante o paladar e o que estiver disponível na despensa. “Alterando o cereal e o topping temos sempre versões diferentes das papas”, partilha. “Hoje fazemos com banana, amanhã fazemos com frutos vermelhos.

No final do episódio, há ainda tempo para falar de experiências com “arroz mágico”: uma forma de confeccionar arroz que inclui óleo de coco e o frigorifico que ganhou popularidade em 2015 por ser menos calórica. Será mesmo assim?

Subscreva o Vitamina P na Apple Podcasts, Spotify, SoundCloud ou outras aplicações para podcasts.

Conheça os podcasts do PÚBLICO em publico.pt/podcasts.