Sócrates e a catarse do PS

O PS tem de novo aí à porta o seu congresso, que desta vez por causa da pandemia será por via digital. Esperemos que o combate à corrupção seja tema.

A palavra catarse vem do grego e tem tudo a ver com Sócrates. Não o filósofo ateniense, mas o ex-primeiro-ministro português que foi esta semana pronunciado por seis crimes por “mercadejar” o cargo que ocupou. Catarse é o que o PS precisa de fazer, depois de exposto ao trauma emocional que é ver o seu antigo líder acusado de lavagem de dinheiro e falsificação de documentos. Mas, pelos vistos, não é nada disso que está a suceder.