Físico Vítor Cardoso ganha bolsa de 5,3 milhões de euros na Dinamarca

Além de manter o seu grupo de investigação em Lisboa, com o novo financiamento o investigador português vai poder criar um grupo em Copenhaga. E assim continuar a bisbilhotar o interior dos buracos negros.

Foto
O investigador Vítor Cardoso DR

O físico Vítor Cardoso, do Instituto Superior Técnico (IST), obteve 5,3 milhões de euros numa bolsa atribuída por uma fundação dinamarquesa para criar um grupo de investigação no Instituto Niels Bohr, da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca.