Europa está a avaliar vacina da Johnson & Johnson, que os EUA interromperam após seis tromboses

Grupo J&J fez pausa na distribuição da vacina da covid-19 na Europa. Casos são semelhantes aos verificados com a vacina da AstraZeneca e a EMA está a investigar alertas de formação de coágulos após imunização.

Foto
A vacina da Johnson & Johnson é administrada numa única dose LUSA/Szilard Koszticsak

Os Estados Unidos recomendaram uma pausa imediata no uso da vacina contra a covid-19 do grupo farmacêutico Johnson & Johnson (J&J), depois de seis pessoas terem desenvolvido problemas raros de coágulos sanguíneos na sequência da imunização com esta vacina. A Agência Europeia do Medicamento (EMA) confirmou ao PÚBLICO que está também desde a semana passada a avaliar eventos de formação de coágulos e tromboses em pessoas que receberam esta vacina.