Quando cai a noite no Convento dos Capuchos, há visitantes (só num dia)

No coração da serra de Sintra, a austera casa conventual abre-se a visitas ao cair da noite na sexta-feira, 16 de Abril, sob “iluminação minimalista” e em comunhão com a natureza.

Foto
Convento dos Capuchos à noite PSML/José Marques Silva

O Convento dos Capuchos não só está reaberto ao público como se prepara para o receber em condições excepcionais: visitas nocturnas. É uma experiência única e inédita, para viver a 16 de Abril, no âmbito da celebração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

O ponto de encontro é o Terreiro das Cruzes, no coração da serra de Sintra e já à beira da casa conventual, também conhecida como Convento de Santa Cruz ou Convento da Cortiça (material muito usado na sua construção). É dali que os visitantes, acompanhados por um guia, partem em direcção à descoberta do edifício, ao lusco-fusco ou pela noite dentro.

Aqui, “os frades franciscanos viviam em perfeita comunhão com a natureza, procurando o aperfeiçoamento espiritual através do afastamento do mundo e da renúncia aos prazeres associados à vida terrena”, explica em comunicado a Parques de Sintra, gestora do equipamento. A “percepção destas vivências”, acrescenta, é “reforçada pela iluminação minimalista, recentemente revista em todo o espaço”.

Convento dos Capuchos à noite PSML/José Marques Silva
Convento dos Capuchos à noite PSML/José Marques Silva
Convento dos Capuchos à noite PSML/José Marques Silva
Fotogaleria
PSML/José Marques Silva

Rodeado pela natureza viçosa da serra, o Convento dos Capuchos (con)funde-se com a vegetação e os penedos graníticos. Contrasta com a sumptuosidade de outras construções da vila romântica, pontuada de palácios e palacetes, “pela sua simplicidade, completamente desprovida de luxo e de conforto”, sublinha a nota de imprensa. Não ferir a paisagem envolvente foi, aliás, uma das preocupações que esteve na sua génese, quando foi mandado erigir em 1560, e nas várias intervenções que foi sofrendo.

As visitas decorrem entre as 18h e as 21h45 e têm a duração de meia hora. Não é necessária inscrição prévia, mas cada sessão tem lotação limitada a cinco pessoas, em cumprimento das normas de saúde pública em vigor.

Os bilhetes, vendidos exclusivamente online, custam 7€, ficando em 5,50€ para jovens (dos seis aos 17 anos) e seniores. Crianças até seis anos não pagam. Quem preferir conhecer o local à luz do dia pode fazê-lo em qualquer data, entre as 9h e as 18h, pelos mesmos valores.

A incursão nocturna ao Convento dos Capuchos é uma entre as muitas visitas guiadas que, a par de ateliês, espectáculos, exposições, feiras, jogos, caminhadas, conferências e outras iniciativas, estão a ser alinhadas, por todo o país, para festejar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, assinalado a 18 de Abril. Este ano, é o tema Passados Complexos: Futuros Diversos que as faz mover. O mapa de actividades (em actualização) já pode ser consultado no site dedicado da Direcção-Geral do Património Cultural.