Uma alegre sexta-feira para André Ventura

A subida de Ventura já tinha sido visível nas presidenciais, mas ainda não havia a decisão do caso Sócrates, cujos estilhaços políticos vão directamente para os bolsos do Chega.

Ficámos a saber, através do juiz Ivo Rosa, que a corrupção só pode ir a julgamento em Portugal se tiver sido reconhecida no notário – isto, se a “legalização” do acto corrupto não tiver já prescrito, como quase tudo o que o juiz avaliou.