Popularidade de Marcelo e Costa em alta, mas confiança no Presidente é bastante maior

A sondagem da Aximage para o DN, TSF e JN conclui que Marcelo tem 75% de avaliações positivas e Costa 61%, o seu melhor resultado desde Julho de 2020

Foto
Daniel Rocha

A popularidade do Presidente da República e do primeiro-ministro tem vindo a crescer nos últimos meses, apesar da pandemia. Numa altura em que se vive um conflito institucional – por Marcelo ter promulgado diplomas de apoios sociais que Costa decidiu enviar para o Tribunal Constitucional por violarem a lei-travão do Orçamento do Estado – o chefe do Governo conta com 61% de avaliação positivas no universo da sondagem, enquanto o chefe de Estado atinge os 75%. Mas o trabalho de campo da sondagem decorreu entre 24 e 27 de Março, antes da polémica que opõe Costa a Marcelo, e a sondagem não reflecte as percepções sobre o conflito.

Há, no entanto, outro ponto do barómetro da Aximage que evidencia uma maior confiança dos portugueses no Presidente relativamente ao primeiro-ministro. Interrogados sobre se têm mais confiança em Marcelo ou em António Costa, os participantes do barómetro dão esmagadora vitória a Marcelo: 52% têm mais confiança em Marcelo do que em Costa; apenas 15% preferem Costa a Marcelo. A percentagem que pede maior exigência do Presidente face ao Governo também é elevada: 71%.

A sondagem tem também uma curiosidade: até no eleitorado socialista Marcelo é, ainda que ligeiramente, mais popular do que Costa – 92% por cento de avaliações positivas, contra 90% do primeiro-ministro. E no capítulo da confiança, também o eleitorado socialista prefere Marcelo a Costa: 35% confia mais no chefe de Estado, 30% no chefe do Governo.

A popularidade do Governo também sobe, relativamente ao barómetro de Fevereiro: 55% de avaliações positivas.