Os “legionários” da revolução

Para o início da qualificação para o Mundial 2022, a selecção cubana chamou 11 jogadores que actuam fora do país.

Foto
Onel Hernández, extremo do Norwich City e da selecção cubana DR

Aos 39 anos, Zlatan Ibrahimovic voltou a jogar pela Suécia. Cristiano Ronaldo tem 36, nunca deixou de jogar por Portugal e cada jogo que faz pode ser mais um recorde. Burak Yilmaz tem 35 anos e força para empurrar a Turquia de volta a um Mundial. Goran Pandev tem 37, mas ainda é quem faz a diferença por uma Macedónia do Norte que abateu a Alemanha no caminho para o Qatar. Quatro exemplos de avançados com carreiras internacionais longas, recheadas de títulos e de golos. Joel Apezteguía é da mesma geração de Zlatan, Ronaldo, Yilmaz e Pandev, mas só aos 37 anos é que fez os primeiros jogos com a selecção do seu país, Cuba.