Imagens usadas pelo Daesh na reivindicação do ataque a Palma são falsas

Foto e vídeo publicados pela agência Amaq, ligada aos islamistas, não foram feitos em Palma, mas em Mocímboa da Praia. ONU preocupada com falta de fundos.

Foto
Pessoas esperam em vão no Porto de Pemba pelos seus familiares ou por notícias de Palma Reuters

A foto e vídeo partilhados pela agência de notícias Amaq, ligada ao Daesh, a reivindicar o ataque à vila de Palma, na província moçambicana de Cabo Delgado, é falsa. De acordo com Jasmine Opperman, investigadora sénior do Armed Conflict Location and Event Data Project, citada pelo Mozambique News Reports & Clippings (MNR&C), a fotografia não foi tirada em Palma, mas em Mocímboa da Praia e não é do dia do ataque, mas de 2020.