O autismo político da esquerda face ao processo de vacinação

É irrealista pensar que o primeiro-ministro se pode pôr em bicos de pés e falar grosso, ultrapassando o papel específico de Ursula von der Leyen neste processo.

Em democracia é essencial a assunção de convicções políticas e de alinhamentos ideológicos. Mas uma coisa é a transparência e a clarificação ideológicas, outra muito diferente é a proclamação de princípios ideológicos sem qualquer adesão à realidade, como bem explicou Sérgio Sousa Pinto na magnífica entrevista que deu a Maria João Avillez, no PÚBLICO de domingo.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários