UE precisa de mais vacinas para se defender da terceira vaga da pandemia

Líderes europeus discutem por videoconferência soluções que permitam acelerar a imunização. “Para recuperar o controlo da situação precisamos de ter vacinas o mais depressa possível”, declara a comissária da Saúde.

Foto
Charles Michel diz que a “maior prioridade é acelerar as campanhas de vacinação em toda a UE” Reuters/POOL

A decisão do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, de dirigir por videoconferência os trabalhos da habitual reunião de Março dos chefes de Estado e de governo da União Europeia não podia ser mais eloquente relativamente às actuais condições (e preocupações) dos 27 no combate à pandemia de covid-19. Confrontados com uma terceira vaga, e forçados a apertar restrições, contra as expectativas dos cidadãos que esperavam poder usufruir do período das férias da Páscoa para descontrair, os líderes não tinham forma de justificar a viagem para Bruxelas — mesmo quando o objectivo é discutir e acertar soluções para melhor defender as populações do vírus.