Captações no Pomarão para o Algarve e Huelva alimentam uma “guerra” pela água

As necessidades de água para rega na região de Huelva, em Espanha, o consumo humano no Algarve e o caudal ecológico do rio Guadiana podem obrigar a EDIA a libertar de Alqueva cerca de 200 milhões de metros cúbicos.

Foto
Adriano Miranda / PUBLICO

A Associação de Proprietários e Beneficiários do Alqueva (APBA) divulgou nesta terça-feira, ao final da tarde, um comunicado manifestando “a sua preocupação” após tomar conhecimento da integração no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) do projecto de uma captação no rio Guadiana, a localizar próximo do Pomarão, “para reforço das disponibilidades de água no Algarve.” Uma intenção que o ministro do Ambiente confirmou nesta quarta-feira, no Algarve.