Universidade de Aveiro vai testar todos os membros da academia à covid-19

A Universidade de Aveiro vai possibilitar a testagem à covid-19 a todos os elementos da comunidade académica. Os testes serão disponibilizados gratuitamente e com a regularidade adequada ao contexto pandémico.

Foto
Rui Gaudencio

A Universidade de Aveiro (UA) vai proporcionar a realização de testes de rastreio à covid-19 a todos os membros da sua comunidade, foi esta terça-feira, 9 de Março, anunciado. Numa nota dirigida à comunidade académica, o reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, refere que o processo de testagem vai iniciar-se de forma gradual e em colaboração com o Instituto de Biomedicina (iBiMED).

“Numa primeira fase serão testados todos os membros da comunidade académica que estão presentes nos campi, bem como todos os estudantes Erasmus que chegarem à UA nos próximos dias”, refere a mesma nota. A testagem será alargada, numa segunda fase, aos restantes membros da comunidade académica, quando for retomada a “componente presencial.”

A mesma nota refere que os testes serão disponibilizados gratuitamente e com a regularidade adequada ao contexto pandémico, adiantando que em breve serão divulgadas orientações mais precisas sobre este processo.

A última infecção por SARS-CoV-2 na UA foi registada a 20 de Fevereiro e o último doente com covid-19 teve alta a 27 de Fevereiro, estando a instituição sem casos activos há nove dias. Os primeiros casos de covid-19 na Universidade de Aveiro surgiram no dia 7 de Outubro de 2020, um dia depois do início das aulas. Desde o início do ano lectivo em curso, aquela instituição de ensino contabilizou 644 infecções entre alunos, professores e funcionários e uma morte.

A UA registou um pico de infecções durante a primeira quinzena de Janeiro, quando começou o segundo confinamento, tendo somado em três dias consecutivos 43 novos casos.