Universidade de Coimbra demarca-se de rede de museus da Primeira República e Estado Novo

Projecto alcançou mediatismo por incluir um centro interpretativo na aldeia natal de Salazar, mas foi relação com autarquias que ditou afastamento do CEIS20.

Foto
Centro interpretativo na aldeia natal de Salazar motivou protestos e uma petição na AR Carlos Gil

Um ano e meio depois de se envolver na criação de uma rede de espaços de memória ligados à Primeira República e Estado Novo na região das Beiras, o Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20) da Universidade de Coimbra (UC) anunciou que abandona o projecto. Em causa estão diferendos com as autarquias.