Quem se lembra de Virginia Woolf?

Há ideias e actores em Malcolm & Marie, mas é tudo abafado por uma demonstração de cinefilia que não tem consciência das suas próprias limitações.

mike-nichols,netflix,virginia-woolf-,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Zendaya e Washington são óptimos e fazem o que podem
mike-nichols,netflix,virginia-woolf-,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
mike-nichols,netflix,virginia-woolf-,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
mike-nichols,netflix,virginia-woolf-,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
,Euforia
Fotogaleria

Em Quem Tem Medo de Virginia Woolf?, Elizabeth Taylor e Richard Burton bebiam e não era pouco; o mais que se vê em Malcolm & Marie são cigarros e macarrão com queijo, o que não é bem a mesma coisa e apenas confirma como o mundo mudou desde que Mike Nichols filmou a peça de Edward Albee que nos passa o tempo a vir à cabeça enquanto vemos o filme de Sam Levinson. No papel, estamos perante algo de muito semelhante: um casal que se digladia com requintes de malvadez, dissecando impiedosamente cada traço e cada característica da sua personalidade ao longo de uma noite.