“A Itália mete medo à Europa”

A crise política italiana pode redundar numa catástrofe para a Itália com graves reflexos na União Europeia. Parecia uma “crise pilotada”, de forma a evitar eleições, mas pode descarrilar e fugir das mãos dos protagonistas.

Foto
FILIPPO ATTILI/CHIGI PALACE PRESS OFFICE/HANDOUT/EPA

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, apresentou esta terça-feira o pedido demissão ao Presidente Sergio Mattarella, que o aceitou. Pediu que lhe fosse confiada a formação de um novo executivo, o seu terceiro desde 2018. Tem 48 horas para encontrar os apoios para uma nova maioria no Parlamento. Mattarella inicia na quarta-feira as consultas com os líderes dos partidos.