Alegrem-se, portugueses: a noite podia ter corrido pior

Em vez de terem pesadelos com André Ventura, deixo aqui cinco excelentes razões para saírem bem-dispostos à rua (apenas para um passeio higiénico).

Numa altura tão difícil para o país e para o mundo, as eleições presidenciais que muitos achavam que não deveriam ter acontecido correram tão bem quanto se poderia esperar. Alegrem-se, pois, os portugueses: no meio da tempestade, tiveram direito a um fugidio arco-íris eleitoral. Em vez de terem pesadelos com André Ventura, deixo aqui cinco excelentes razões para saírem bem-dispostos à rua (apenas para um passeio higiénico).