Jorge Jesus acredita que o Benfica está melhor antes do jogo no Dragão

Treinador do Benfica esquece “trauma” da Supertaça e mostra-se satisfeito por ter mais opções para o clássico.

Foto
Jorge Jesus reforça momento da equipa, com mais opções e qualidade LUSA/PAULO NOVAIS

Com o grupo praticamente completo, depois das baixas relacionadas com o surto de covid-19, Jorge Jesus tem mais opções para o clássico do Dragão e mostra-se confiante na retoma da qualidade do jogo do Benfica, sublinhando que o momento das equipas e a recente derrota com o FC Porto na Supertaça em nada influenciarão um duelo que poderá deixar um dos candidatos - ou os dois - mais distantes da liderança, no final da 14.ª jornada. 

Ainda a recuperar do desgaste da Taça de Portugal, as equipas podem apresentar-se no Dragão um pouco distantes da condição ideal, embora Jorge Jesus entenda que Benfica e FC Porto se encontram em igualdade de circunstâncias, isto apesar de Sérgio Conceição ter sublinhado o peso do prolongamento na Madeira, contra um adversário da I Liga, e a viagem subsequente, com chegada já de madrugada ao Porto.

Para o treinador do Benfica, as poupanças feitas frente ao Estrela da Amadora não terão grande relevância, pois é preciso “recuperar a equipa”, nem que seja apenas “com algum trabalho activo e técnico-táctico, mas sem poder preparar o jogo dentro da intensidade de que gostava”, atendendo a que defrontará o que considera ser um “adversário forte, no Dragão. O Benfica tem que dar resposta a essas dificuldades com qualidade e disputar todos os momentos do jogo para que seja a melhor equipa e possa sair com os três pontos”.

O anátema da derrota na Supertaça Cândido de Oliveira e a sequência de clássicos perdidos para os “dragões” não preocupam Jorge Jesus, que vê o adversário no mesmo nível, apenas com mais uma ou outra vitória na série de jogos sem derrotas dos “azuis e brancos”.

“Se for só pela Supertaça, não vejo diferenças. De resto, o FC Porto está em pé de igualdade com o Benfica. Clássico é clássico, não tem muito a ver com o momento. Tudo muda nestes jogos e o importante é que o Benfica faça uma boa partida e possa sair do Dragão com uma vitória”, insiste Jesus, satisfeito com o comportamento da equipa depois de uma fase complicada.

“Nestes últimos jogos, a equipa tem demonstrado que está a recuperar, fruto de ter mais opções. O único lesionado é o André Almeida, pois já dispomos de todos os que vieram deste processo covid. Tenho muito mais opções e, nesse sentido, a equipa está muito melhor do que há umas semanas”.

A partir daí, Jorge Jesus não aceita que o Benfica possa sair mais distante da liderança depois da deslocação à Invicta, até porque primeiro é preciso que o Sporting vença o jogo com o Rio Ave.

“Como querem que responda a ‘ses’... Se o Sporting ainda não ganhou? A isso não consigo responder. Agora, se é menos desagradável estar a dois ou três pontos do que a cinco ou seis, já todos sabemos que sim”.

​