O fim do pesadelo

A vitória de Biden tem um profundo significado. É a vitória da democracia sobre o populismo, da moderação sobre o radicalismo, do centro político sobre o extremismo.

Dizia-me há dias, aliviado, um amigo americano: o pesadelo Trump está quase a chegar ao fim. Agora já não há dúvida. Contados e recontados os votos, Biden teve mais cinco milhões no voto popular e mais 74 lugares no colégio eleitoral. No próximo dia 20 de Janeiro, com birra ou sem birra, Trump terá que deixar a Casa Branca e Biden tomará posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos da América.