Doze vinhos para oferecer este Natal: faltam os abraços, sejamos generosos!

Uma dúzia de vinhos como sugestão de prenda de Natal mas um mundo de possibilidades e diferenças que oferecem os nossos produtores. Do Minho ao Alentejo, do Douro aos Açores, os vinhos são o abraço que junta o país inteiro. Branco ou tinto, espumoso ou generoso, o que interessa é que esse abraço seja cada vez mais forte e apertado.

Foto
Nelson Garrido

Anunciam-nos um Natal sóbrio, de mesa encurtada, sem beijos nem abraços, e isso pode bem ser o pretexto. Vamos desforrar-nos em generosidade e assim compensar a ausência de afectos. De preferência com vinhos, que além de cumprirem a tradição natalícia têm também a virtualidade de nos unir mesmo na distância.

Sugerir correcção
Comentar