Calcanhares, bicicletas e expulsões: noite de Champions em honra a Maradona

Chelsea, Sevilha, Juventus e Barcelona já tinham “bilhete comprado” para os oitavos-de-final e, nesta quarta-feira, foi a vez de Manchester City e Bayern Munique adquirirem os seus ingressos para a próxima fase. O apuramento dos ingleses é uma boa notícia para o FC Porto.

Lewandowski festeja em Munique um golo que ajudou no apuramento para os "oitavos"
Fotogaleria
Lewandowski festeja em Munique um golo que ajudou no apuramento para os "oitavos" Reuters/ANDREAS GEBERT
Festa dos jogadores do Man. City - apuramento garantido
Fotogaleria
Festa dos jogadores do Man. City - apuramento garantido LUSA/PANAGIOTIS MOSCHANDREOU
Vitória surpreendente da Atalanta em Liverpool
Fotogaleria
Vitória surpreendente da Atalanta em Liverpool LUSA/Jon Super / POOL

Esta quarta-feira de Liga dos Campeões teve momentos de homenagem a Diego Armando Maradona. Antes dos jogos, com vídeos e (ainda mais) silêncio nos estádios, mas também durante os 90 minutos.

Houve golos de bicicleta (Embolo), assistências de calcanhar (Sterling), jogadas colectivas (Atalanta) e magia em remates de longe (Gravenberch) – “obras de arte” que Maradona aplaudirá onde quer que esteja, anos depois de ter deixado de as fazer com os próprios pés. Para compor a homenagem em todo o seu esplendor, Arturo Vidal foi expulso por descontrolo emocional – a imprevisibilidade também é uma homenagem a preceito a Maradona.

Em torno de tudo isto houve, como se esperava, apuramentos confirmados para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Chelsea, Sevilha, Juventus e Barcelona já tinham “bilhete comprado” e, nesta quarta-feira, foi a vez de Manchester City e Bayern de Munique adquirirem os seus ingressos para a próxima fase.

O apuramento dos ingleses, no grupo do FC Porto, é, em tese, uma boa notícia para os “dragões”. O City bateu o Olympiacos, por 0-1, na Grécia (golo de Foden, com assistência de calcanhar de Sterling), um resultado que deixa o FC Porto a precisar apenas de um empate em casa do Olympiacos para garantir o apuramento para os “oitavos” – são já cinco os pontos de vantagem para a equipa grega, com apenas seis por disputar nesta fase de grupos.

Esta noite de Champions confirmou também o apuramento do Bayern, que está a passear no grupo A – quatro jogos, quatro vitórias, 12 pontos, apuramento garantido e primeiro lugar do grupo no bolso.

Tudo resultado do triunfo por 3-1, em Munique, frente ao RB Salzburgo. Robert Lewandowski não quis ficar atrás de Haaland, goleador imparável, e chegou aos 14 golos em 13 jogos na temporada. Foi o 71.º golo do polaco na Champions, igualando Raúl no terceiro lugar do ranking.

Por fim, destaque para dois grupos de contornos surpreendentes. No B, o líder é o Borussia Monchengladbach, com oito pontos, depois de um triunfo claro (4-0) frente ao Shakhtar, de Luís Castro. O Real Madrid vem perto, com sete pontos, depois de ter batido, por 0-2, em Milão (a primeira vitória na cidade italiana), aquela que é, possivelmente, a grande desilusão desta fase de grupos: o Inter, que soma apenas dois pontos.

Também o grupo D está mais confuso do que seria expectável. O Liverpool lidera, com nove pontos, algo natural, mas perdeu em casa frente à Atalanta (0-2), o que equilibrou as contas: italianos seguem com sete pontos, os mesmos do Ajax, que bateu (3-1) um frágil Midtjylland.