Ex-autarca e deputada lucraram 525% com terreno para subestação da REN

Compraram por 9975 euros em 2004 e venderam no ano seguinte por 62.350. Parceiro de Luís Correia e Hortense Martins nesse negócio controla empresa à qual o ex-autarca adjudicou, desde que foi eleito em 2013, um total de 24 contratos no valor de 2,2 milhões de euros para a realização de feiras e festivais.

Luís Correia, ex-autarca de Castelo Branco
Fotogaleria
Luís Correia, ex-autarca de Castelo Branco ANTONIO JOSE
Hortense Martins, deputada do PS
Fotogaleria
Hortense Martins, deputada do PS MANUEL DE ALMEIDA

Sorte. Muita sorte é o que parece terem tido Luís Correia, então vereador da Câmara de Castelo Branco, e a sua mulher, Hortense Martins, que no ano seguinte seria eleita deputada à Assembleia da República. Estávamos em Julho de 2004 quando o casal fechou um negócio com um empresário ligado à publicidade e organização de eventos, habitual fornecedor da autarquia local, para partilhar a propriedade de um terreno que ele adquirira três anos antes por seis mil contos (30 mil euros).