Opinião

Há um orçamento paralelo na ciência e nós exigimos transparência!

Se o dinheiro das obras públicas fosse sempre para os mesmos, já tinha havido inquérito e notícias. Como são “só” dinheiros públicos para a ciência, ninguém se importa.

Federico Herrera publicou no PÚBLICO de ontem o artigo “E os cientistas que se desenrasquem” sobre os resultados do concurso de financiamento de projetos da FCT saídos na semana passada. Das 5847 candidaturas aos projectos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico, apenas 312, pouco mais de 5%, foram financiadas.