Estudos sobre malária, saúde intestinal e memória vencem Prémios Pfizer 2020

Um projecto de investigação clínica e dois projectos de investigação básica foram distinguidos pelos Prémios Pfizer 2020, no valor total de 50 mil euros, que são entregues esta quarta-feira em Lisboa.

Foto
Miguel Prudêncio lidera uma equipa de investigadores que está a desenvolver uma vacina contra a malária desde 2010 Daniel Rocha

Uma possível vacina contra a malária, uma investigação sobre o papel do cérebro nas células que protegem a nossa saúde intestinal e um projecto que olha para a ligação entre o sistema imunitário e o sistema nervoso central para analisar o seu impacto na memória de curto prazo são os trabalhos vencedores da 64.ª edição dos Prémios Pfizer 2020. Os cientistas Miguel Prudêncio, Henrique Veiga Fernandes e Julie Ribot lideram os projectos na área da investigação biomédica em Portugal distinguidos esta quarta-feira.