Etiópia à beira de uma nova guerra civil

A escalada verbal e militar entre o Governo do Nobel da Paz Abiy Ahmed já se arrastava há meses, agora o conflito com a região de Tigré é real. Sem esforços urgentes para lhe pôr fim, terá “efeitos devastadores para todo o Corno de África”.

Foto
Membros do Exército da Etiópia na celebração de uma batalha histórica Tiksa Negeri/Reuters

As possibilidades de evitar um novo conflito alargado no segundo país mais populoso de África são cada vez menos. Dois dias depois de o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, ter acusado a Frente de Libertação do Povo Tigré (FLPT) de “cruzar a última linha vermelha” ao atacar duas bases militares, chegam agora relatos de combates, duelos de artilharia e raides aéreos no Norte do país.