Joe Biden – A última missão de um sobrevivente

Conseguirá este homem banal estar à altura da missão “impossível” de sarar as feridas da sociedade americana? Se derrotar Trump, para muitos americanos terá prestado um supremo serviço ao seu país.

Foto
Joe Biden BRIAN SNYDER/Reuters

1. A história escreve-se muitas vezes por linhas tortas e Joe Biden pode ser disso um exemplo vivo. Quando a sua carreira política parecia aproximar-se do ocaso, o seu país ofereceu-lhe uma última oportunidade. Para derrotar Donald Trump, talvez nada melhor do que um homem normal, decente, que acumulou fracassos e vitórias ao longo de uma vida política que começou aos 29 anos quando foi eleito senador do Delaware, que lhe deu experiência, serenidade e a coragem necessária para travar o derradeiro combate. Essas qualidades acabaram por ter um valor inesperado porque, mais do que os programas ou as ideologias, o que está em causa nestas eleições é o carácter dos dois candidatos.

Sugerir correcção