No sprint final, Trump e Biden dedicam últimas horas de campanha aos swing states

Joe Biden aposta tudo na Pensilvânia, Donald Trump corre para garantir vitória nos estados que conquistou aos democratas em 2016. Candidatos tentam convencer os poucos eleitores indecisos, numa eleição em que mais de 96 milhões de americanos já votaram.

donald-trump,estados-unidos,america-norte,eua,mundo,america,
Fotogaleria
Comício de Joe Biden em Cleveland, no Ohio Reuters/KEVIN LAMARQUE
donald-trump,estados-unidos,america-norte,eua,mundo,america,
Fotogaleria
Donald Trump participou em acção de campanha em Fayetteville, na Carolina do Norte Reuters/CARLOS BARRIA

No último dia de campanha, os candidatos à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump e Joe Biden, dedicaram as suas acções de campanha aos swing states, os estados oscilantes que tanto podem pender para os democratas como para os republicanos, numa tentativa de apelarem aos poucos eleitores indecisos que restam ou aos norte-americanos que ainda estão para decidir se vão ou não sair de casa para votar.

Sugerir correcção