PEV nunca votou o Orçamento de forma diferente do PCP

Comunistas anunciaram abstenção na sexta-feira. Ecologistas mantêm o tabu até 24 horas antes da votação do Orçamento na generalidade.

José Luís Ferreira, deputado do PEV
Foto
José Luís Ferreira, deputado do PEV Rui Gaudencio

O Partido Ecologista Os Verdes só divulgará o sentido de voto dos seus dois deputados na terça-feira, 24 horas antes da votação do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, mas, feitas as contas, o partido nunca votou de forma diferente do PCP desde que o PS chegou ao poder. Os comunistas anunciaram no final da semana passada que os dez parlamentares do PCP vão abster-se na votação.