As prisões não devem ser armazéns

As condições de vida nas prisões – um mundo que poucos querem conhecer e que não dá votos – são, ainda hoje, de uma desumanidade revoltante.

Portugal foi, na passada terça-feira, mais uma vez, condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. A queixa foi apresentada por Ionuţ-Marian Bădulescu, um cidadão romeno que esteve preso, no nosso país, de 19 de Outubro de 2012 até 6 de Março de 2019. A queixa que apresentou não respeitava à duração da pena que lhe foi aplicada, mas sim à forma como a mesma foi executada.