Opinião

Um problema nacional com séculos de existência

Para combater a corrupção será necessário consagrar, de forma inequívoca, algum tipo de “negociação” que assegure a redução ou ausência de pena e a suspensão do processo no caso de colaboração “produtiva” de “arrependidos”.

Todos sabemos que com a chegada dos milhares de milhões de euros que vão ser despejados, no nosso país, pela União Europeia, a corrupção vai crescer. Toda a gente sabe – pelo menos, agora – que a corrupção, no nosso país, não poupa nenhum sector de actividade ou profissão. É um problema cultural com séculos de existência e que tem sido tratado sempre com excessiva parcimónia pelo poder político.