O referendo oportunista

O referendo deste domingo e segunda-feira em Itália é um processo complicado. Depois da quase unanimidade, a questão deu lugar a um ruidoso debate.

O referendo constitucional que este domingo e segunda se realiza em Itália sobre a Câmara dos Deputados e do Senado tem um objectivo preciso: reduzir o número de deputados, de 630 para 400, e o dos senadores eleitos, de 315 para 200. Deverá ratificar ou recusar a lei de “corte dos parlamentares” aprovada nas duas câmaras, em Outubro. É um voto “sim” ou “não”.

Sugerir correcção