Opinião

O que pode aprender sobre a vida com o seu bebé?

Pare de se martirizar, não fique tempo demais a “chorar sobre o leite derramado”. Em vez disso, recomponha-se, aprenda com o erro e avance!

maternidade,criancas,felicidade,familias,opiniao,psicologia,
Foto
"Já reparou quanto tempo consegue o seu bebé ficar a observar uma borboleta ou as cores de um arco-íris? " Valeria Zoncoll/Unsplash

É só um bebé, mas, na verdade, podemos aprender muito com eles acerca do que realmente é importante na vida!

Acredite que, mesmo pensando que ele não será a melhor fonte bibliográfica, se parar um pouco para o observar, ficará surpreendido com as lições de vida que essa pequena pessoa lhe pode dar!

Ora veja:

Diga “não”
Esta ainda não é a palavra favorita do seu bebé? Então espere um pouco porque essa fase vai chegar: “Não” para tudo, seja uma banana que lhe pergunta se quer, seja ir tomar banho, enfim… e acredite que esse “não” vai sair de forma muuuito expressiva!

Claro que não estou a dizer para que o faça a toda a hora ou por tudo e por nada como o seu bebé, mas diga “não” às coisas que não quer fazer ou não tem tempo para fazer. Isso vai com certeza diminuir o seu stress e vai libertar tempo e energia para fazer as coisas de que realmente gosta.

Peça o que precisa
Já reparou o quão claro o seu bebé consegue ser quando quer alguma coisa? Não consegue repetir a mesma frase 345 vezes em dez minutos, até obter aquilo que deseja?

Alguns escolhem o seu lado mais sedutor para dar um abracinho ou um beijinho aos pais, mas se isso falhar, rapidamente partem para o choro! Isto para dizer o quê? Não tem de ser tão “insistente”, mas quando precisa de alguma coisa, diga! Seja um aumento de salário ou um jantar especial com o seu marido, não importa… Aprenda com o seu bebé: “Quem não chora, não mama.”

Siga em frente
Já reparou que quando o seu bebé cai ou não consegue encaixar a peça do puzzle, não perde tempo a culpabilizar-se pelo que correu mal? Simplesmente chora porque aquilo doeu (física ou psicologicamente), mas também já percebeu que depois de chorar, a coisa passa e avança… Pare de se martirizar, não fique tempo demais a “chorar sobre o leite derramado”. Em vez disso, recomponha-se, aprenda com o erro e avance!

Encontre motivo para sorrir, nas pequenas coisas
Quando foi a última vez que o sol da manhã lhe colocou um sorriso na cara? Nós adultos tendemos a desvalorizar as pequenas coisas, mas os nosso bebés, não. Já reparou quanto tempo consegue o seu bebé ficar a observar uma borboleta ou as cores de um arco-íris? Procure os seus momentos de felicidade. Lembre-se daquela vez em que se sentiu verdadeiramente bem num piquenique com a família ou a ver um filme divertido. Esteja atento e valorize as pequenas coisas como ouvir a sua música preferida na rádio a caminho do trabalho, ou um beijo do seu bebé.

Faça uma sesta reparadora
Aqui os nossos bebés e os nossos amigos espanhóis sabem bem o que a ciência já provou: uma pequena sesta de 20 a 30 minutos após o almoço pode melhorar o humor, a capacidade de atenção e a performance. Por isso, se conseguir, durma quando o bebé dorme!

Peça ajuda
Já reparou que quando o seu bebé entra na fase de querer ser ele a fazer tudo, não tem problema nenhum em pedir (e por vezes exigir) ajuda? Ser mãe e pai podem ser das tarefas mais fantásticas e mais desgastantes que temos na vida. Por isso, quando se sentir abalroado por tudo o que tem que fazer, peça ajuda!

Divirta-se e abrace a vida!

Sugerir correcção