Nord Stream 2, um megaprojecto que é uma mega dor de cabeça diplomática

O segundo gasoduto a cruzar o Mar Báltico está próximo de estar finalizado e irá duplicar o gás natural russo que chega ao mercado alemão. Há quem o veja como uma mina de ouro e quem o prefira ver como o caminho para castigar o Kremlin pelo envenenamento de Navalny.

vladimir-putin,angela-merkel,russia,alemanha,europa,energia,
Fotogaleria
Maxim Shemetov/Reuters
vladimir-putin,angela-merkel,russia,alemanha,europa,energia,
Fotogaleria
O Nord Stream 2 voltou a estar na ordem do dia por causa do envenenamento de Navalny HAYOUNG JEON/EPA

As férias de Frank Kracht, o autarca de Sassnitz, uma pequena cidade alemã de nove mil habitantes, tiveram uma interrupção abrupta no início de Agosto quando uma carta ameaçadora chegou pelo correio. Vinha directamente de Washington, D. C., e era assinada por três senadores republicanos que prometiam impor sanções “esmagadoras” contra o porto de Mukran, um dos principais empregadores da cidade. “Não é todos os dias que Sassnitz vai de zero a cem na escala de atenção política do mundo”, desabafa Kracht, em declarações à Deutsche Welle.