Época balnear até 13 de Setembro em 86 praias do Norte

Apenas dez praias, localizadas nos concelhos de Póvoa de Varzim e Vila do Conde deixam de ter vigilância, no que resta da época.

Algumas barracas vão sendo desmontadas, mas em muitas praias o Verão não acabou
Foto
Algumas barracas vão sendo desmontadas, mas em muitas praias o Verão não acabou Paulo Pimenta

A época balnear prolonga-se até 13 de Setembro em 86 praias do Norte, enquanto 10 outras deixam a partir desta segunda-feira de ser qualificadas como praias de banhos, ficando sem assistência a banhistas, indica uma portaria consultada pela agência Lusa.

Em causa está o anexo I da portaria n.º 207-A/2020, de 28 de Agosto, dos ministérios do Ambiente e da Defesa Nacional, que ajusta o calendário da época balnear sobretudo no litoral Norte do país.

De acordo com o anexo, as praias de mar de Santo André (na Póvoa de Varzim, Porto), Árvore, Mar e Sol, Olinda, Mindelo, Laderça, Congreira, Terra Nova, Vila Chã e Pocinho (em Vila do Conde, no mesmo distrito) deixam de ser qualificadas como praias de banhos no período compreendido entre hoje e 13 de Setembro, não sendo assegurada a assistência a banhistas.

Mantém-se a funcionar em pleno até 13 de Setembro 14 praias do distrito de Viana do Castelo, repartidas por Caminha e Viana, enquanto no distrito do Porto continuam qualificadas para banhos 59 praias, repartidas pelos municípios do Porto, Póvoa de Varzim, Matosinhos, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.

Mantém-se ainda qualificadas para banhos sete praias em Esposende, no distrito de Braga, e seis em Espinho, já no distrito de Aveiro.

O ministro do Ambiente e da Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes, já tinha adiantado que iria prolongar o funcionamento de praias de banho, em resposta a pedidos de autarquias.

Sugerir correcção