Óculos de Gandhi vendidos em leilão por quase 290 mil euros

Um par de óculos do icónico líder indiano foi deixado num envelope deixado na caixa de correio da casa de leilões. Tio do dono terá recebido a “prenda” de Gandhi “como um agradecimento por uma boa acção”.

impar,gandhi,leiloes,india,
Foto
Vários pares de óculos de Gandhi já foram leiloados ao longo dos anos Brendan McDermid/Reuters

Um par de óculos redondos que pertenceu a Mahatma Gandhi, que os teria oferecido “como um agradecimento por uma boa acção”, foi vendido por 260 mil libras (cerca de 288 mil euros), anunciou a casa de leilões East Bristol Auctions.

“Vejam o momento em que os óculos de Gandhi foram arrematados por 260.000 libras. Nós encontrámo-los apenas há quatro semanas na nossa caixa de correio, deixados lá por um senhor cujo tio os recebeu do próprio Gandhi. Um resultado incrível para um objecto incrível!”, escreveu a casa de leilões no Instagram, publicando um vídeo da venda feita na noite de sexta-feira.

Este par de óculos com aros folheados a ouro foi estimado entre 10 mil e 15 mil libras (entre 11 mil e 17 mil euros). Tinha sido colocado num envelope deixado na caixa de correio da casa de leilões.

“Um colega pegou o envelope, abriu-o e encontrou um bilhete a dizer: ‘Estes óculos pertenceram a Gandhi, ligue-me'”, disse um dos leiloeiros, Andrew Stowe, ao canal de televisão Sky News.

Depois de um telefonema para o vendedor, “procurámos, investigámos e percebemos que era uma descoberta histórica (...). Liguei de volta para o homem e ele disse: ‘Se não vale nada, livre-se dele'”, explicou o leiloeiro, acrescentando que o proprietário apanhou um susto ao saber da estimativa da casa de leilões.

Mahatma Gandhi (1869-1948) foi um líder pacifista indiano que “frequentemente oferecia os seus pares velhos ou indesejados aos necessitados ou aos que o ajudaram”, explicou a casa de leilões no seu portal na internet.

O par em questão foi dado por Gandhi na década de 1920 ao tio do actual proprietário, que na época trabalhava para a British Petroleum, na África do Sul, segundo a East Bristol Auctions. “Presume-se que tenha sido oferecido por Gandhi em agradecimento por alguma boa acção”, indicou a leiloeira.

Sugerir correcção