1.º congresso nacional do Volt Portugal marcado para 26 de Setembro

É o 25.º partido em Portugal, é uma formação pan europeia e foi registado em 25 de Junho no Tribunal constitucional.

dinamarca,austria,luxemburgo,alemanha,italia,espanha,
Foto
Tiago Matos Gomes, dirigente do Volt Portugal Nuno Ferreira Santos

O primeiro congresso do Volt Portugal (VP), partido recentemente oficializado, vai realizar-se no próximo dia 26 de Setembro, em Lisboa, num evento adaptado ao contexto da covid-19 e com as eleições autárquicas como tema central.

Em comunicado enviado às redacções, o Volt Portugal, partido que em Junho foi oficializado pelo Tribunal Constitucional (TC), anunciou que o seu primeiro congresso nacional será no dia 26 de Setembro, já “com pensamento nas autárquicas de 2021”. 

“O Volt Portugal irá realizar o seu primeiro congresso nacional, um marco importante para o partido pan-europeu no nosso país, que vê assim, com pensamento nas autárquicas de 2021, a oportunidade de estabelecer e consolidar a sua organização interna através da eleição dos respectivos órgãos”, adiantou a nota. 

O evento decorrerá em Lisboa, em local ainda a definir, sendo que contará com uma possível transmissão virtual para os que queiram acompanhar o primeiro congresso nacional do partido. 

“Perante o panorama pandémico actual, o Volt Portugal considera que a responsabilidade social é fundamental e a inclusão, prioritária. Assim, o partido irá respeitar todas as regras da DGS [Direcção-Geral de Saúde] e, se possível, irá transmitir online o evento”, adita a nota. 

Segundo o partido, o único eurodeputado do Volt, o alemão Damian Boeselager, vai intervir no congresso virtualmente e “a direcção europeia do Volt, “volters” de outros países, partidos e movimentos portugueses serão também convidados” a participar, no formato que considerarem mais adequado.

A 25 de Junho, o Tribunal Constitucional (TC) aceitou a inscrição do Volt Portugal como partido político, que se tornou na 25.ª força política em Portugal, vendo assim concretizado um processo que iniciou em Outubro de 2019, com a entrega de 9 mil assinaturas.

O Volt é um “movimento pan-europeu” que surgiu internacionalmente em Março de 2017, como reacção ao “Brexit”.

O novo partido assume uma “ligação forte” aos valores europeístas e defende que as melhores soluções para os problemas da sociedade devem ser postas em prática, independentemente da proximidade política ao espectro político tradicional de direita ou esquerda. 

A 6 de Maio, o Volt Europa definiu como objectivo a eleição de 25 eurodeputados de sete países diferentes nas eleições europeias de 2024 - grupo para o qual o Volt Portugal gostaria de contribuir com a eleição de pelo menos, um eurodeputado nas próximas eleições. 

Andrea Venzon é o fundador do movimento “Volt Europa”, que também já é partido político na Alemanha, Bulgária, Bélgica, Espanha, Holanda, Itália, Áustria, Luxemburgo, Dinamarca, França, Reino Unido e Suécia.

Sugerir correcção