Incêndios em Abrantes entra em fase de resolução. Dois operacionais ficaram feridos

Comandante da Protecção Civil de Santarém conta ter fogo em conclusão durante a noite. Um bombeiro foi socorrido por exaustão e inalação de fumo e um sapador florestal foi assistido por trauma num membro superior.

incendios,santarem,proteccao-civil,bombeiros,sociedade,incendios-florestais,
Foto
Imagem de arquivo LUSA/RODRIGO ANTUNES

O incêndio que deflagrou na tarde deste terça-feira numa zona florestal em Fontes, concelho de Abrantes, em Santarém, entrou em fase de resolução às 20h57, segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil.

As chamas, que lavraram com muita intensidade desde as 14h19 e que chegaram a ter quatro sectores activos, foram combatidas por mais de 400 bombeiros e dez meios aéreos, tendo causado ferimentos em dois operacionais, disse à Lusa o comandante Filipe Regueira, da Protecção Civil de Santarém.

“Um bombeiro foi socorrido por exaustão e inalação de fumo e um sapador florestal foi assistido por trauma num membro superior”, adiantou Filipe Regueira.

Segundo este operacional do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, com a retirada dos 10 meios aéreos que estiveram a operar até cerca das 20h30, decorre agora a fase de consolidação do incêndio, com o apoio dos cerca de 400 bombeiros que se mantêm no terreno, 123 viaturas e três máquinas de rasto, sendo o aumento da humidade relativa um aliado para a resolução total do fogo.

“Com o aumento da humidade relativa e com os meios que estão no terreno, contamos ter o fogo em conclusão durante a noite”, perspectivou o comandante Filipe Regueira.

Sugerir correcção