Bolt lança serviço de trotinetes eléctricas em Lisboa

A medida já foi posta em prática em Faro e a iniciativa vai alargar-se para “mais 45 cidades este Verão”, segundo comunicado da empresa.

Foto
Sara Jesus Palma

A Bolt, uma empresa de mobilidade europeia conhecida por operar veículos TVDE (transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma electrónica​), anunciou nesta sexta-feira o lançamento de um serviço de trotinetas eléctricas em Lisboa, à semelhança das já existentes. A medida já foi posta em prática em Faro, e a iniciativa vai alargar-se para “mais 45 cidades este Verão”, segundo comunicado da empresa.

O desbloqueio das trotinetes terá um custo de 50 cêntimos e as viagens custarão 15 cêntimos por minuto. Para as utilizar, basta fazer download da app da Bolt e introduzir um método de pagamento.

Vão ser distribuídas 350 trotinetes pela cidade e um dispositivo de GPS permitirá usar a app para saber quais estão disponíveis nas proximidades. Poderão circular a uma velocidade máxima de 25 km/h, mas a empresa anunciou que, “para que as primeiras viagens decorram de forma mais controlada, o modo ‘iniciante’ irá permitir que estes limitem, através da app, a velocidade máxima da sua viagem para 15 km/h”.

De acordo com a nota, as trotinetes da Bolt pesam 17 kg, sendo “mais leves do que a maioria dos modelos existentes no mercado”. Possuem pneus insufláveis, “que ajudam a garantir uma maior aderência e viagens mais suaves e seguras”. A plataforma assegura que as baterias permitem viagens até 40 quilómetros numa única carga e que “reflectores frontais, traseiros e laterais” proporcionarão “maior segurança aos utilizadores nas viagens nocturnas”. A Bolt afirmou que a iniciativa pretende acrescentar “uma alternativa de transporte segura, económica e ecológica para realizar deslocações de curta distância de casa até ao trabalho”.

Texto editado por Ana Fernandes