No Brasil do “gabinete do ódio”, a desinformação é política de Estado

A polarização política levada ao extremo tornou as convicções individuais mais relevantes do que os factos para os milhões de brasileiros que são bombardeados com notícias falsas diariamente.

jair-bolsonaro,fake-news,america-sul,redes-sociais,mundo,brasil,
Foto
O discurso agressivo de Bolsonaro é fundamental para criar as bases para que a desinformação se espalhe no Brasil Reuters/Adriano Machado

Quando, na semana passada, Jair Bolsonaro revelou publicamente ter contraído a covid-19, grande parte das reacções dos seus opositores foi de cepticismo acerca dessa informação, rapidamente propagada pelas redes sociais. Para uma parte expressiva da sociedade brasileira, é plausível que o seu Presidente minta em relação ao seu estado de saúde tendo em vista algum tipo de ganho político. Anos de desinformação semearam uma desconfiança entre os brasileiros que será difícil superar.