China e EUA medem forças no Mar do Sul da China com exercícios militares

A China organizou um grande exercício militar e, dias depois, os EUA lançaram o seu e, pela primeira vez em seis anos, destacaram dois porta-aviões. Tensão ao rubro entre as duas superpotências.

Foto
O porta-aviões USS Nimitz à direita, e o USS Ronald Reagan à esquerda, com navios de apoio Keenan Daniels/Marinha EUA

Pequim não gostou de saber que dois porta-aviões americanos iam navegar as águas do Mar do Sul da China pouco depois de serem atravessadas pela sua Marinha e garantiu estar pronta a enfrentar o desafio dos Estados Unidos. Esta medição de forças acontece num momento de tensão entre as duas potências rivais na região Ásia-Pacífico, multiplicando as possibilidades de deflagração.