Sem exames a calibrar notas finais, equidade no acesso ao superior não está garantida

A verdade é que, enquanto não olharmos com cuidado para estes desalinhamentos que escondem verdadeiros problemas (de injustiça social) das escolas e nos perdermos nos desalinhamentos dos colégios (que causam injustiças no acesso ao superior), podemos estar a tentar consertar a vela de um barco com um furo no convés.

sociedade,ensino-secundario,escolas,exames-nacionais,ensino-superior,universidades,
Foto
ana banha

O desalinhamento entre notas internas e notas em exame nacional é um tema recorrente, devido às graves injustiças que tal desalinhamento pode causar no acesso ao ensino superior. No contexto actual de pandemia, as medidas do Ministério da Educação (ME) relativamente aos exames nacionais implicam que estes não tenham impacto na nota final interna da disciplina nem na aprovação ou reprovação à mesma. Os exames transformam-se assim, temporariamente, apenas num instrumento para o acesso ao ensino superior.