The Residential quer pôr-nos a cozinhar em casa com um chef a ajudar

Novo projecto para tempos de confinamento começa já dia 27, com uma receita de João Rodrigues.

restauracao,internet,cozinha,gastronomia,fugas,porto,
Foto
Flores de courgette para o prato de João Rodrigues dr

Quando olhamos para a imagem do Cação com Legumes de Verão, de João Rodrigues, chef do Feitoria, temos legítimas dúvidas sobre se alguma vez conseguiremos que algo vagamente parecido saia das nossas mãos. A ideia é que sim, é possível. E é esse o novo desafio lançado pela equipa do projecto The Presidential, responsável por viagens gastronómicas pelo Douro no célebre comboio presidencial. 

Desta vez, e por causa do momento que vivemos, a proposta é The Residential e passa por convidar-nos a cozinhar muito bem em casa, nem que seja apenas uma vez por mês. Não iremos cozinhar sozinhos, seremos guiados por um chef – já foram anunciados os três primeiros, todos com uma estrela Michelin: João Rodrigues (27 de Junho), Henrique Sá Pessoa, do Alma (18 de Julho), e Alexandre Silva, do Loco (1 de Agosto). Cada evento destina-se a um máximo de 50 pessoas.

PÚBLICO -
Foto
O prato de cação com legumes de Verão dr

Tudo começa com a chegada às nossas casas de um cabaz com os produtos seleccionados pelo chef, além de vinhos e “outras surpresas”, entre as quais um ingrediente confeccionado previamente pelo próprio. Depois, num directo online com hora marcada, haverá uma aula dada pelo chef, que irá cozinhar o menu – seguindo cada um dos passos de forma a que em casa tudo possa ser feito com tempo, e que irá esclarecer as dúvidas que possam surgir.

Gonçalo Castel-Branco, curador e produtor executivo do projecto, explica que este é ao mesmo tempo uma resposta às dificuldades que o sector da restauração está a atravessar e ao tipo de serviços que os clientes possam ter interesse em experimentar a partir de casa – sempre na lógica das “experiências únicas” que a equipa do The Presidential (através da LOHAD) procura criar.

O The Residential funciona na Grande Lisboa e no Grande Porto, mas promete alargar-se a outras zonas do país em breve. Os preços são variáveis e dependem do menu. As reservas podem ser feitas em residential.pt.

Sugerir correcção