Torne-se perito

TAP lança promoções para novas rotas entre Brasil, México ou Canadá

A campanha entrou em vigor esta quarta-feira. De Lisboa, já em Agosto, Montreal, seguindo-se, pelo Outono, novas ligações a Maceió, Cancún e Cidade do Cabo. De Ponta Delgada, há Boston e Toronto.

fugas,tap,brasil,mexico,canada,africa-sul,
Foto
bruno lisita

Entre os debates e acções sobre injecção de fundos e o futuro da companhia, a TAP volta à normalidade das promoções de bilhetes. A partir desta quarta-feira e até 8 de Julho, está em vigor uma campanha com descontos de 25% em novas rotas previstas para começarem nos próximos meses, mas não se aplicam no período Natal/Ano Novo.

A primeira a estrear com direito a promoção, e com data marcada de início de operação para 1 de Agosto, é Montreal, no Canadá. Se tudo correr como previsto, serão realizados três voos semanais. Segundo a empresa, o bilhete mais barato à venda custa 159 euros — de Lisboa, ida, tal como todos os valores anunciados nesta campanha.

Já no Outono, haverá mais uma rota Brasil. Lisboa-Maceió, com preços desde 255 euros (ida), começa a 2 de Outubro e prevêem-se dois voos semanais.

No mesmo mês, mas a 30, a TAP anuncia o início de Lisboa-Cancún (México), com três voos por semana e preços (nesta campanha) desde 660 euros (ida).

A Cidade do Cabo, na África do Sul, se tudo correr bem (ressalvando-se o facto de o país ainda não ter data de abertura ao turismo internacional), entra na programação a 11 de Novembro, com três voos semanais. Está agora em promoção desde 400 euros (ida).

Dos Açores, estão em promoção Boston (EUA, desde 212 euros, ida) e Toronto (Canadá, 230 euros, ida), a partir de Julho. 

Segundo a TAP, a “campanha é válida entre as 0h do dia 24 de Junho e as 23h59 do dia 8 de Julho”. As datas de abrangência da promoção (com regras aqui) mudam conforme o destino, mas, tirando o Brasil e México (até Julho 2021), as outras rotas têm promoção para voos até 27 de Março — o período entre 19 de Dezembro e 10 de Janeiro fica de fora da campanha.

Sugerir correcção