Funcionário proibido de entrar na Judiciária por suspeitas de furto

Cartões de abastecimento dos automóveis de serviço terão sido usados para meter combustível em veículos de uma agência de modelos e eventos de funcionário de segurança da Judiciária.

Foto
fabio augusto

Um funcionário da Judiciária foi proibido pela justiça de entrar nas instalações de serviço, por suspeitas de ter usado cartões de abastecimento dos veículos desta polícia para meter combustível em veículos de uma agência de modelos sua.